“Güeros”, busca-fuga de si

Joia rara do México (país homenageado no Festival do Rio 2014), Güeros apresenta-nos uma intensa e deliciosa história de alguns jovens universitários desengajados de qualquer ideologia, vivendo num apartamento sem luz, à base de drogas e bebidas, rumo a lugar nenhum.

A errância emocional (q os disponibiliza a praticamente qualquer coisa) e a iminente ultimização (*) deste estilo de vida leva 3 garotos a uma pequena jornada de “busca aleatória” de si mesmos. Paradoxalmente, fogem de si, via entorpecimentos múltiplos.

Sensível e extremamente talentoso, o diretor Alonzo Ruiz Palacios estreia este seu primeiro longa apresentando uma visão profunda acerca da subjetividade humana. A articulação busca/fuga de si dos personagens é brilhantemente exposta numa espécie de thriller não barulhento sobre a tragédia da intimidade sem norte, flertando, claro, com pequenas tragédias concretas, efeito desta “deriva” emocional.

Como alguns filmes do Festival nunca estreiam no circuito, quem conseguir baixar… Imperdível!!

(*) Referência à palavra “ultimidade”, de Fernando Pessoa, no Livro do Desassossego,

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s